Polícia Civil localiza menor desaparecida de Pedra Bonita

   
A Polícia Civil, através dos Policiais da 6ª DRPC/Manhuaçu, após investigação e apoio da Equipe da Divisão de Homicídio em Viana/ES, conseguiram localizar uma menor de 14 anos de idade que estava desaparecida da zona rural do município de Pedra Bonita.

A menor teria desaparecido no último dia 23 de novembro, tendo os familiares registrado ocorrência sobre o seu desaparecimento. Iniciados os trabalhos investigativos da Polícia Civil, conseguiu-se identificar que a mesma estaria na cidade de Viana no Estado do Espírito Santo, numa comunidade no bairro Canaã. A equipe da Polícia Civil de Manhuaçu manteve contato com a Equipe da Polícia Civil de Viana, onde planejaram uma operação para localização da menor, visto que o local onde ela supostamente estava era de alto índice de violência e tráfico de drogas.

Na manhã de desta quinta, 25, as equipes da PC de Manhuaçu e Viana, realizaram diligência na comunidade no bairro Canaã em Viana, onde lograram êxito de acharem a casa onde a menor esteve privada de contato com a família e que o responsável pelo seu rapto consensual teria evadido antes da chegada da Polícia e abandonada a menor no CEASA em Viana. A equipe policial localizou a menor, a qual teve o amparo da família quando foi localizada e finalizada a diligência na delegacia de Viana.

O indivíduo responsável pelo rapto consensual da menor se trata um homem de 33 anos de idade, morador da cidade de Viana e privou a menor de contato com seus familiares durante o período que a menor esteve em sua companhia, tendo o autor aproveitado da falta de experiência e maturidade da menor, a persuadindo através de rede social Facebook para que fosse para o Espírito Santo e ficasse com ele.

Os trabalhos policiais em Viana foram supervisionados pelo Delegado Regional de Manhuaçu, Dr. Felipe de Ornelas Caldas, coordenados pelo Delegado Dr. Breno Barbosa Itamar de Oliveira e Inspetor Hernesto Francisco da Silva, sendo realizados pelos Investigadores de Polícia Ricardo Emiliano da Silva e Ronaldo de Assis Mamedio, com apoio da equipe da Divisão de Homicídio (DCCV) da PC de Viana/ES, formada pelo Delegado Dr. Demetrius Beserra Vilar, e Investigadores Adriano César Longo Barbirato, Eurico César Simonelli de Lirio, Robson Dornelas Couto e Sérgio Soares.

Com informações da PC

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem