Covid-19: paciente de Juiz de Fora com suspeita de variante indiana tem quadro estável

 



O quadro de saúde do paciente em Juiz de Fora com suspeita da variante indiana é considerado estável. A informação foi confirmada ao G1 nesta terça-feira (25) pela assessoria da Santa Casa de Misericórdia onde ele está internado e cumpre isolamento. 

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou que o caso é o primeiro em investigação em Minas Gerais. A Prefeitura também acompanha a situação. De acordo com a Administração, trata-se de um trabalhador brasileiro, de idade não divulgada, residente em Juiz de Fora, e que chegou da Índia na semana passada.

 "O caso é monitorado pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica desde a chegada do paciente ao município. A partir do desembarque, a Secretaria Municipal de Saúde realizou o acompanhamento e monitoramento, e, assim que os primeiros sintomas foram apresentados, todas as medidas e protocolos de segurança sanitária foram colocados em prática", informou a Prefeitura. 

O paciente está isolado dentro do hospital e o material biológico colhido foi encaminhado para a Fundação Ezequiel Dias (Funed) para realização do sequenciamento genético. Ainda não há previsão de quando sairá o resultado.

Estado acompanha o caso 

Em nota, a SES-MG informou que "acompanha o primeiro caso suspeito da variante indiana no estado e que apesar do diagnóstico confirmado de Covid-19 do paciente, proveniente da Índia, o sequenciamento genético da amostra encontra-se em andamento, não sendo possível afirmar, até o momento, que se trata de caso associada à nova cepa". Ainda conforme a SES-MG, o paciente e os contatos dele "são monitorados pelas vigilâncias Municipal e Estadual, a fim de evitar a propagação da cepa indiana na região, caso esta seja confirmada".


G1 ZONA DA MATA

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem