ÚLTIMAS NOTÍCIAS

6/recent/ticker-posts

Secretaria Municipal de Saúde de Divino realiza levantamento do perfil epidemiológico dos casos de COVID-19 no município




          Divino-MG, 01 de julho de 2020.

Aos 107 dias de enfrentamento a pandemia de COVID-19 a Secretaria Municipal de Saúde analisou os casos da doença no município. O objetivo foi de traçar o perfil epidemiológico da doença e direcionar algumas ações das equipes de vigilância em saúde.

A metodologia consistiu em analisar os 32 casos confirmados de COVID-19 registrados até a data de 30 de junho do corrente ano por meio dos indicadores de sexo, faixa etária, moradia, comorbidades, internação hospitalar, cura e ocupação.

Quanto à análise dos dados foram obtidos os seguintes resultados: Distribuição por sexo, 65,62% (21 casos) são masculino e 34,38% (11 casos) feminino. Quanto a distribuição por faixa etária houve 01 caso de 0 a10 anos; 01 caso de 11 a 20 anos; 07 casos de 21 a 30 anos;  10 casos de 31 a 40 anos; 05 casos de 41 a 50 anos; 04 casos de 51 a 60 anos; 02 casos de 61 a 80 anos e 02 casos de 81 a 90 anos.

No que diz respeito à distribuição por localização de moradia, 87,5% (28 casos) correspondem a moradores da área urbana e 12,5% (04 casos) a área rural. Quanto a existência de comorbidades (doenças crônicas) prévias apenas 12,5% (04 casos) possuíam alguma doença.

Ao se analisar o índice de internação hospitalar do total de 05 internações ocorridas (15,62%) 03 casos foram referentes a pessoas pertencentes ao grupo de risco que possuíam doenças como cardiopatia, transtorno psiquiátrico, hipertensão e diabetes.  Sendo que 27 pessoas (84,38%) não necessitaram de internação hospitalar sendo tratadas em domicilio pelas Equipes de Saúde da Família – ESF. 

Analisando o indicador de cura, dos 32 casos confirmados no município 28 obtiveram alta por cura o que corresponde a 87,5%; restando 03 casos (9,37%) que estão em tratamento/acompanhamento e 01 caso houve óbito (3,12%).

Ao abordar o indicador ocupação/trabalho evidencia-se uma maior incidência (8 casos) de contaminação dos trabalhadores do setor das plataformas de petróleo (25,0%) seguido por 06 casos ocorridos em profissionais de saúde (18,75%).

De acordo com o coordenador de vigilância em saúde Toni Martins, “compreender a dinâmica da doença é fundamental para subsidiar o planejamento, a gestão e a implementação das ações de prevenção e controle”.  

O secretario de saúde Valdécio Rocha ressaltou a importância desse estudo que foi pioneiro em nossa região, informando que devido a complexidade do mesmo somente parte dos dados foram publicados, mas que no entanto, demonstram o trabalho técnico que vem sendo desenvolvido na secretaria de saúde, concluiu. 

Fonte: Prefeitura Municipal de Divino 

Postar um comentário

0 Comentários