ÚLTIMAS NOTÍCIAS

6/recent/ticker-posts

Justiça anula condenação dos autores de homicídio de PM e Vigilante em Santa Margarida


Um Acórdão do Superior Tribunal de Justiça, anulou as sentenças dos quatro criminosos que mataram, no dia 10 de julho de 2017, em um assalto a banco, na cidade de Santa Margarida (84 Km de Muriaé), o Cabo da Polícia Militar Marcos Marques da Silva,  36 anos e o Vigilante Bancário Leonardo José Mendes, 53 anos, além de fazerem três pessoas como refém durante a fuga.

Segundo a justiça o motivo da anulação da sentença foi o acesso às mensagens de whatsapp dos celulares dos criminosos, durante o flagrante sem autorização judicial. Com essa decisão, o Processo volta para o Juízo de primeira instância e as provas obtidas desse procedimento devem ser desentranhadas, e as provas derivadas e nova sentença deverá ser prolatada (se for o caso), pelo Juiz de Primeira instância.

Na decisão inicial, os autores foram condenados a 63 anos, seis meses e 22 dias de reclusão, o motorista da Pic Up Fiat Toro, a 68 anos e sete dias de reclusão e 58 dias-multa, um outro a 49 anos, 6 meses e 15 dias de prisão e o último homem a ser preso, já n domingo após o crime, em Orizânia, foi condenado a 49 anos, 6 meses e 15 dias de reclusão.

Todos por crimes contra o patrimônio, organização criminosa, crime de roubo qualificado, latrocínio, crime continuado, organização criminosa e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Outros dois, que foram presos pela Polícia Civil, já no período de investigações, pegaram inicialmente a quatro anos e seis meses de reclusão por organização criminosa, pena de prisão em regime semiaberto, que passou posteriormente a regime fechado.

Fonte: Folha de Manhuaçu

Postar um comentário

0 Comentários